“06 DE JULHO” 37 ANOS DA RÁDIO PLANETA

RÁDIO INTEGRAÇÃO – JULHO DE 1981

      “ZY-L 319, 1320 khz, Rádio Integração de Carmo do Paranaíba-AM transmitindo em caráter experimental. Você, que está nos ouvindo, por favor, escreva-nos – Avenida Costa Júnior, nº 467, 3º andar, ou pelo telefone 34 851-206, informando como está recebendo nossas transmissões. Suas informações serão, para nós, da maior importância. Desde já, o nosso muito obrigado!”. Foi, nos meses de abril, maio e junho de 1981, com textos falados, ora por um, ora por outro, dos muitos dos futuros locutores/apresentadores de programas, além de músicas tocando dia e noite (24 horas), que a Rádio Integração ficou no ar, em caráter experimental, como já citado. Tinha que passar por testes e regulagens de seus equipamentos, à época, de última geração, e também atendendo exigências do Dentel (Departamento Nacional de Telecomunicações), hoje Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações), órgãos do Ministério das Comunicações. A emoção de cada um dos locutores era prazerosa. Não era para menos: cidades vizinhas (Patos de Minas, Lagoa Formosa, Rio Paranaíba, Patrocínio e Araxá há muito tinham suas emissoras). Na região, apenas Carmo e São Gotardo não tinham suas rádios!

     Idealizada por Zoroastro José da Silva, seus filhos José Eustáquio e Anselmo e ainda por João Braz de Queiroz e Pedro Andrade, a que hoje é a Rádio Planeta, foi um sucesso inimaginável em toda a cidade e Município e se estendia por toda a região.

     Iniciando suas atividades no dia 6 de julho de 1981, já em caráter definitivo, a nova emissora tinha a seguinte grade de programação:

    -De 05:00h às 07:00h: “Acorda Sertão”, sendo seu apresentador, Mário Moreira, a primeira voz “oficial” da emissora, às cinco horas da manhã!

-De 07:00h às 09:00h: “Bom Dia Sertão”, apresentado por José Antônio “Toninho” Rodrigues, programa também de músicas sertanejas.

     -De 09:00h às 11:00h: “Manhã Musical”, produção e apresentação de Geraldo Eustáquio Magela, também no cargo de diretor da emissora.

     -De 10:00h às 11:00h: “Integração Mulher”, com Maria da Glória Braz de Queiroz.

   -De 11:00h às 12:00h: “Integração nos Esportes”, com José Maria “Jota” Campos, locutor/apresentador já com larga experiência na Rádio Difusora, de Patrocínio, além de Geraldo Magela. Jota Campos foi também importante diretor da nova emissora. Transmissões de jogos de futebol eram constantes na emissora, que fossem em Carmo ou em cidades da região e, até mesmo de locais distantes (BH, Brasília, Uberlândia e até Cuiabá e São Luiz do Maranhão!!!). Essas transmissões eram feitas via telefone “interurbano”.

       -De 12:00h às 12:30: “Jornal da Integração”.

     -De 12:30h às 14:30h “Programa Perguntas & Respostas”, produzido e apresentado por Evandro Fontes, que ocupava o cargo de diretor artístico da Integração. O programa permaneceu no ar por alguns anos, com as características do próprio título, em seguida, passou a chamar-se “Programa Evandro Fontes”.

     -De 14:30h às 17:00h: “Tarde Total”, com Jota Campos.

     -De 17:00h às 19:00h: “Programa Obrigado ao Homem do Campo”, produzido e apresentado por Ronaldo Rodrigues.

     -De 19:00h às 20:00h, a transmissão de “A Voz do Brasil”.

     -De 20:00h às 22:00h: “Sucessos Integração”,

     -De 22h00h às 23:00h: “Integração Total”, apresentação de Belchior Guimarães Alves.

    -De 23:00h às 24:00h:” Músicas e Informações”, com Newton Lopes Quintas.

    -De 01:00h às 05:00h: Os transmissores eram desligados. Posteriormente uma programação musical nesse espaço de tempo.

     Além de telefonemas, acima de 100 cartas e “bilhetes” eram recebidos, diariamente, enviados por ouvintes da cidade e da zona rural, aos programas da emissora. Uns solicitando músicas, outros de utilidade pública, etc. Campanhas beneficentes eram constantes e gratuitas.

     .A divulgação de anúncios era por meio de “cartucheira”, equipamento anexo à mesa de som, que comandava a transmissão. Cada propaganda, com média de 30 segundos, era gravada no “cartucho”, cuja fita magnética era montada de modo “infinito”, ou seja, não tina pontas, mas paravam automaticamente no final do texto. Hoje isso é feito por meio de computador, o locutor/apresentador é quem faz a técnica de som (voz, propaganda, músicas, notícias, etc.). Como hoje, havia também as propagandas “faladas”, ao vivo, pelos locutores/apresentadores.

     Além de locutores e apresentadores, a Rádio Integração tinha uma equipe de funcionários da maior importância: técnicos de som e de manutenção dos equipamentos (mesa de produção, estúdio de gravações, transmissores, antena, monitores de cabo e de “maletas” de transmissão à distância, etc.), produtores musicais e de noticiários, vendedores, o pessoal da administração, recepcionistas, da limpeza e motoristas. A emissora chegou a ter 28  funcionários.

     Citar o número de locutores e outros funcionários que atuaram na Rádio Integração e na atual Rádio Planeta não é tarefa fácil. Com certeza, mais de uma centena!

     A programação jornalística da Rádio Integração era constante e atual, e não havia computador àquela época. Um funcionário da emissora gravava noticiários de rádios do Rio de Janeiro, de São Paulo e de Belo Horizonte e selecionava o que era de mais importante, datilografava, na “máquina de escrever”. Isso ocorria desde a manhãzinha até à tarde. As notícias, de trechos curtos, iam ao ar de hora em hora. No horário entre 18:00h e 05:00h, por exigência do Dentel, os 1000 watts de potência dos transmissores tinham que ser reduzidos para 250 watts, isso por que as faixas de propagação do som, nesse período, se tornavam mais amplas, e a sintonia podia atingir até a milhares de quilômetros, ocasionando, por vezes, interferências nas ondas de  transmissão de emissoras de amplitude modulada (AM) maiores que a da Integração. O “Compressor de Áudio” era e é um equipamento obrigatório.

     A grande maioria das empresas da cidade, de atividades variadas, como acontece hoje, deu o maior apoio e divulgavam seus produtos ou serviços pela nova Rádio Integração. Com o tempo, empresas de outras cidades e órgãos governamentais também usavam as divulgações pela emissora.

“ZY-L 319, 1.320 khz, Rádio Integração de Carmo do Paranaíba-AM”

 “Rádio Planeta, 710 khz – Carmo do Paranaíba”

Texto: Evandro Ferreira Fontes e Mário Moreira Marques, grandes homens; ex integrantes da equipe Planeta.